domingo, julho 20, 2014

Chapa Zero - review ao álbum


Já está disponível há algum tempo o álbum dos Chapa Zero, banda de Lisboa formada em 2010.

Depois de algumas alterações na sua formação, decidiram em formato power-trio avançar com este trabalho.

Com Hélder (Kaveirinha) na voz e guitarra, Nuno Machado no Baixo e coros e ainda Alexandre DeLarge na bateria, são praticantes de um punk/rock simples e directo, ´in-your-face` com alguns rasgos hardcore.

Já tinham lançado um CD-single em jeito de ´demo` para dar a conhecer a sua sonoridade (obviamente, para além dos vários concertos ao vivo).

Agora lançaram um álbum em nome próprio, com dez temas que demonstram na perfeição o ´ADN` da banda.

São temas rápidos e corrosivos, com um toque de ironia e ao mesmo tempo com um ´apontar o dedo` a várias ´feridas` inerentes ao nosso quotidiano.



O disco abre com "Mata & Esfola, Lda.", iniciado por um coro futebolístico, numa clara alusão ao tipo de atitudes que se vivem actualmente nos ambientes desportivos.

"Matrakilhos" tem bom balanço, guitarras corridas com um refrão que facilmente fica na cabeça.

O terceiro tema é já considerado um clássico, um dos melhores temas que os Chapa Zero fizeram. Sarcástico, actual e muito bem concebido musicalmente, com a bateria a ser preponderante. Ouve-se «revistas cor de rosa, colunas sociais, tertúlias na tv e outras coisas banais... és inútil, fútil, não serves para nada, sem nada saberes fazer, tu queres é aparecer...». Muito bom!

Logo depois, mais um tema actual. "É A Crise" arranca com guitarras densas e refrão bastante forte. Ouve-se a voz de um ilustre convidado, nem mais nem menos do que João Pedro Almendra (ex-vocalista de Peste & Sida, actualmente com os PunkSinatra). Há ainda ´espaço` para efeitos sonoros variados ao longo da faixa.

"Dizem Por Aí" é outro dos melhores momentos da banda, um tema acelerado, com uma linha de baixo bastante forte, a segurar o ritmo. A letra centra-se num despertar ou mesmo num alerta a quem tem sofrido de vícios fortes, que a solução é mesmo «levantar a cabeça».

O sarcasmo ganha mais voz com "É Mel" num discurso directo com ´baterias apontadas` à instituição que cobra pelos estacionamentos em Lisboa. «É só sacar papel... é o roubo oficial da empresa municipal» (parabéns EMEL, já têm um hino).

"Vai Lá Vai" é divertido e ao mesmo tempo, mordaz. Tem balanço e ouve-se um trompete em jeito de improviso, um pouco paralelo em relação ao ritmo da faixa.



Depois, segue o tema mais intenso do disco, "Chui" é vocalizado pelo baixista Nuno e remonta a uma banda antiga deste elemento (Valium Me Deus), com uma versão mais actualizada (sonoramente). Ouve-se «Chui... para que serves tu?... disfarçado ou fardado... és um empertigado... não defendes ninguém». Corrosivo e sem papas na língua.

"Notícia De Jornal" traz novamente o sentido actual da maioria das letras. Só «é notícia de jornal quando tudo acaba mal».

O álbum termina com a faixa "Chapa Zero", um bom tema que demonstra exactamente o espírito e a sonoridade mais expressiva da banda, balanço, ritmo e vocalizações directas, sem floreados.

Há ainda um tema-extra com uma variante de "Dizem Por Aí" com (novamente) os efeitos sonoros a fazerem-se sentir, mas desta vez a tomarem maior preponderância.

Para quem gosta de punk rock directo e cru, é definitivamente um disco aconselhado pelo Billy News!

A produção ficou a cargo de Vítor Rua (ex-GNR) com uma orientação correcta nesse sentido (punk directo), mas com a inclusão de alguns efeitos sonoros que por vezes enriquecem os temas, mas (em minha opinião) surgem outros que se tornam algo soltos e despropositados.

A escutar atentamente este "Chapa Zero", portanto (e a tirar as vossas ilações).



A banda actualmente é formada em quarteto, com a adição de uma guitarra (por Marco António, vindo dos Uncle Albert), dando mais coesão à banda e ao mesmo tempo, dando mais liberdade ao vocalista Hélder para empenho vocal e até um maior contacto com o público.

 
CD Ethereal Sound Works (2014)



Fica aqui o vídeo de "Queres É Aparecer", para ficarem com uma ideia da sonoridade do disco...






3 comentários:

Billy disse...

***


CHAPA ZERO - CD Ethereal Sound Works (2014)




Formação actual:

Kaveirinha - Voz e Guitarra

Nuno Machado - Baixo e Voz

Alex DeLarge - Bateria

Marco António - Guitarra...





***

Billy disse...

******************



SE NÃO ENCONTRARES ESTE DISCO NAS LOJAS ENVIA-NOS UM MAIL ENVIAMOS À COBRANÇA.



https://www.facebook.com/chapazero/timeline



chapazero0@gmail.com


10€ com portes incluídos.


******************

Billy disse...

***************


Já podem comprar o disco na Amazon. Faixa a faixa, se o dinheiro não for muito.


http://www.amazon.com/gp/product/B00KGB9RRU/ref=dm_ws_sp_ps_dp




***************